ELETROACUPUNTURA

Na China as aplicações com eletroacupuntura começaram aproximadamente em 1930. O recurso começou a ser utilizado para facilitar o trabalho dos acupunturistas nos hospitais, pois era possível substituir o estímulo das mãos pelo estímulo elétrico e assim conseguir atender mais pacientes. Além da praticidade, foi observado um aumento na eficácia de diversos tratamentos, principalmente nos casos de dor. Em 1950 começaram os estudos sobre neurotransmissores relacionados a acupuntura e muitos desses estudos foram realizados com eletroacupuntura.

Bioeletricidade e Acupuntura

Eletricidade é uma forma de energia que está presente em toda parte. Essa energia é formada de partículas elétricas que compõem os átomos, ou seja, os elétrons com carga negativa, e os prótons com carga positiva. Eles são como yin e yang, opostos complementares. 

Quando um elétron sai de sua órbita por alguma excitação externa, surge uma força que tende aproximá-lo dos prótons, criando um campo elétrico que é proporcional a quantidade de carga elétrica envolvida e a distância que os separa. 

Os elementos da natureza que possuem os elétrons bem "presos", são chamados de maus condutores, por exemplo, o vidro. E os elementos que possuem elétrons que mudam órbita com facilidade são os bons condutores, por exemplo, o metal.

O corpo humano é um semicondutor e pode receber corrente elétrica de forma terapêutica, mas em baixa intensidade. Os íons presentes dentro e fora das células nos tecidos  são os responsáveis pela condução elétrica no corpo humano por meio do estímulo da eletroacupuntura.  

Efeitos terapêuticos da estimulação elétrica

Vasodilatação local;

Efeito excitomotor;

Efeito analgésico.

Neuromodulação e Eletroacupuntura

O dispositivo de eletroacupuntura emite pulsos ou frequências que estimulam o organismo a produzir os seguintes neurotransmissores e neuromoduladores: endorfinas, encefalinas, dinorfinas, grelina, gaba, glycina, serotonina. 

Como é feita a aplicação?

Pode ser realizada com agulhas, ou sem agulhas através de eletrodos. Sendo que a aplicação com agulhas tem efeito terapêutico superior.

Durante a aplicação o que posso sentir?

Você pode sentir a sensação de vibração ou pulsos no local da aplicação. A sensação é confortável, pois a intensidade da corrente é regulada conforme a sensibilidade individual.

Contraindicações:

 Gestantes, relativa;

Pacientes inconscientes ou sem capacidade de comunicação;

Febre, infecções generalizadas;

Portadores de marcapasso e outros implantes eletrônicos;

Dores e edemas não diagnosticados, é importante ter o diagnóstico médico da dor e do edema antes de se submeter ao tratamento;

Instabilidades de coluna;

Disreflexia autonômica;

Alterações trombóticas e embólicas dos vasos sanguíneos.