Lesões Esportivas do Joelho

As lesões do joelho são comuns porque o joelho é uma articulação móvel que sustenta peso e sua estabilidade depende de seus ligamentos e músculos associados. Desse suporte os músculos são os mais importantes. Muitas lesões esportivas são evitadas através de condicionamento e treinamento apropriados. O músculo mais importante na estabilização da articulação do joelho é o quádriceps femoral.

A articulação do joelho é essencial para as atividades diárias como ficar de pé, caminhar, subir escadas. Também é a articulação principal em esportes que envolvem corrida, salto, chute e mudança de direção. Para realizar essas atividades, a articulação do joelho precisa ser móvel; entretanto essa mobilidade a torna suscetível a lesões esportivas de contato ou não.

A acupuntura pode ser uma terapia útil no tratamento de lesões do joelho. As agulhas podem ser aplicadas na região da lesão, nos músculos da coxa, da parte inferior da perna, e em pontos distais. O tratamento é usado para equilibrar o sistema musculoesquelético.

Um tratamento com Medicina Tradicional Chinesa deve ser realizado paralelamente a fisioterapia, tratamento médico ou logo após esse período, com o intuito de restabelecer o fluxo energético na região. Mesmo no caso de indicação cirúrgica a acupuntura pode ser usada antes e depois da cirurgia para reduzir dor e o inchaço.

A colocação das agulhas, ajuda a liberar endorfinas e outros neurotransmissores responsáveis pelos seus efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxante muscular.

A acupuntura faz parte de um tratamento multidisciplinar, ajudando a prevenir as dores, relaxar a musculatura. É sempre importante ressaltar que é necessário também um trabalho com alongamento e fortalecimento muscular, para prevenção de outras dores e fraquezas.


Distensão Ligamentar


O joelho possui quatro ligamentos que ajudam a estabilizar o joelho: colateral medial, colateral fibular (ou colateral lateral), cruzado anterior e cruzado posterior. A distensão dos ligamentos é a lesão mais comum do joelho em esportes. Geralmente ocorrem quando é aplicada força contra o joelho com o pé fixo no solo. Essa lesão também pode ocorrer com o rompimento do menisco.

É tratável com acupuntura apenas no grau 1 e 2, o grau 3 exige cirurgia já que o ligamento rompeu-se totalmente.


Lesão do Menisco


O menisco ajuda a distribuir uniformemente o peso pela articulação do joelho, atuam como amortecedores. Essa lesão pode ser causada por torção muito forte da articulação do joelho, e também pode acompanhar a distensão do ligamento. Geralmente o menisco medial sofre a lesão. Quando as lesões são mais leves podem ser reparadas ou cicatrizam por conta própria. No entanto, as lesões que não cicatrizam necessitam de cirurgia.


Bursite do Joelho


As bursas do joelho minimizam o atrito entre músculo, tendão, ou osso. A inflamação das bursas podem ocorrer pela pressão repetitiva, traumatismo, ou fricção constante entre bursa e o tendão.



Síndrome da dor Patelofemoral


Modo errado de correr, quadríceps fraco ou contraído, estresse patelar crônico e sapatos inadequados podem causar essa lesão. A fraqueza do músculo vasto medial predispõe a disfunção patelo femoral. Os sintomas incluem dor dentro e abaixo da patela e dor surda persistente no joelho. A dor piora depois de estar sentado por muito tempo (sinal de cinema), ao subir ou descer escadas.



Tendinite Patelar (joelho do saltador)


Costuma ser lesão causada por movimentos de correr, pular, desacelerações bruscas, atividades em esportes como basquete, futebol, tênis. A dor piora ao subir ou descer escadas, nas corridas, descidas de rampas, e em agachamento com flexão maior que 90º.

O tendão patelar está envolvido com a extensão da parte inferior da perna e essa é a área que sente o impacto da aterrissagem de um salto. Quando o quadríceps se contrai para desacelerar a flexão do joelho, o tendão é forçado a se alongar. O estresse repetitivo de flexão e extensão pode lesionar o tendão patelar.



Condromalacia Patelar (joelho de corredor)


Essa lesão é caracterizada por dor no joelho que piora depois de sentar-se por períodos prolongados e é sentida quando a pessoa se levanta de uma posição sentada ou subindo as escadas. A condromalácia é uma lesão causada pela movimento desaceleração que é realizada pelo músculo anterior da coxa, ou quadríceps. Esse movimento é comum no agachamento e esportes que envolvem corrida. Quando este músculo está fraco ou o padrão da contração é insuficiente, a cartilagem da patela começa a receber todo o impacto do movimento, amolecendo e fragmentando-se.

A lesão é causada por microtraumatismo repetitivo na cartilagem da face inferior da patela, por desalinhamento crônico ou por fratura ou deslocamento prévio da patela.



Subluxação da Patela


O deslocamento lateral, temporário e parcial da patela, que sai da sua posição normal.

A patela deve ficar posicionada entre duas saliências ósseas, chamadas côndilos femorais, na extremidade inferior do osso da coxa (fêmur), mas durante a subluxação ela se movimenta para a lateral. 

Se o músculo vasto lateral for mais forte que o vasto medial, o desequilíbrio força a patela para fora do sulco. O mesmo desalinhamento pode ocorrer se a lateral da patela estiver sustentando um impacto físico ou se o joelho girar fortemente, o que pode ocorrer durante o momento de aterrissagem de um salto.


Carvalho, Guilherme; Fernandes, Fernando. Tratamento das patologias traumato ortopédicas e neurológicas na Medicina Tradicional Chinesa. São Paulo: Andreoli, 2015.

Ma, Yunt-Tao. Acupuntura no esporte e na reabilitação: técnica de agulhamento a seco. Rio de Janeiro: Roca, 2016.


Enf. Ândrya Nayane

Coren-RS 271600

Graduação Enfermagem- UFRGS

Residência em Saúde Mental- HCPA/UFRGS

Especialização em Acupuntura- IBRAMPA

Rua Barão do Triunfo, 720, sl. 208

Menino Deus, Porto Alegre, RS