Rinossinusite

A #rinossinusite também conhecida como #sinusite é um processo inflamatório que acomete estruturas do nariz e dos seios da face (cavidades paranasais). Esse processo provoca diminuição da ventilação e drenagem do muco dos seios da face. Os seios da face são cavidades nos ossos ao redor do nariz, das bochechas e dos olhos. Essas cavidades são revestidas por membranas que produzem muco e quando estão funcionando normalmente, esse muco aquece e umedece o ar que entra e o filtra, para eliminar os micro-organismos. Quando ocorre uma obstrução nessas cavidades o muco não é drenado e fica estagnado.

Considera-se quadro agudo quando os sintomas persistem por até 4 semanas. A rinossinusite passa a ser considerada crônica quando os sinais e sintomas ultrapassam 12 semanas de duração.

As rinossinusites podem ocorrer em crianças, adultos, e as causas são variadas: infecções virais, bacterianas, alergias, disfunções decorrentes de clima e temperatura.

Os sintomas mais comuns são obstrução, congestão, secreção nasal, coceira no nariz, dor de cabeça e sensação de pressão e peso facial. Também pode ocorrer febre, mau hálito, redução do olfato e paladar, fadiga, cansaço, sono agitado, tosse e dor ou pressão nas orelhas.





Origem energética das rinossinusites


Na medicina tradicional chinesa os processo geralmente se inicia com invasão de fatores patogênicos externos que correspondem à invasão de vento frio (ar condicionado, ar frio e seco), ou vento calor (alergia, micro-organismos) que ocorre principalmente em pessoas com deficiência na energia de defesa (wei). A deficiência da energia de defesa ocorre devido constituição debilitada, estresse físico e emocional e dieta inadequada. O primeiro órgão atingido é o pulmão que não consegue difundir e descender o Qi (energia vital), com isso as secreções sobem e ficam retidas nas cavidades paranasais. A cronicidade e repetição das crises facilitam a instalação da mucosidade e umidade que afetam o baço pâncreas, levando a alterações na estrutura do seios paranasais e as secreções se tornam mais espessas e em maior quantidade.


Fatores alimentares: excesso de alimentos gordurosos e fritos, alimentos frios e crus de difícil digestão, doces, laticínios e bebidas alcoólicas.

Infecções: vírus (gripe, resfriado), bactérias.

Fatores climáticos: clima frio, variações de temperatura e umidade.

Fatores alérgicos: pólen, fungos, ácaros, pelo de animais, detergentes, látex.

Fatores irritantes: ar condicionado, perfumes, odor forte.

Fatores poluentes: fumaça de cigarro, emissões industriais e de automóveis (monóxido e dióxido de carbono, compostos de enxofre e nitrogênio, material particulado e ozônio).

  • Rinossinusites são um processo inflamatório.

  • Obstrução crônica leva a alterações das estruturas dos seios faciais.

  • Deficiência da energia de defesa (wei) facilita a instalação do processo.

  • A acupuntura pode ser aplicada nas crises agudas e nos períodos entre as crises. Tem como objetivos melhorar a resistência e o fluxo nasal, e diminuir as recidivas.

FLAWS, B.; SIONNEAU, P. The treatment of modern Western medical diseases with Chinese medicine: A textbook & clinical manual. Blue Poppy Enterprises, Inc., 2001.

Diretrizes Brasileiras de Rinossinusites. Rev. Bras. Otorrinolaringol.,  São Paulo ,  v. 74, n. 2, supl. p. 6-59, 2008 .  

SAKANO, E. et al. IV Brazilian Consensus on Rhinitis-an update on allergic rhinitis. Brazilian journal of otorhinolaryngology, v. 84, n. 1, p. 3-14, 2018.

YAMAMURA, Y; YAMAMURA; ML. Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar: acupuntura. São Paulo: Manole, 2015.

Enf. Ândrya Nayane

Coren-RS 271600

Graduação Enfermagem- UFRGS

Residência em Saúde Mental- HCPA/UFRGS

Especialização em Acupuntura- IBRAMPA

Acupuntura para harmonizar corpo e mente.

Bem-estar e saúde como um todo.

Rua Barão do Triunfo, 720, sl. 208

Menino Deus, Porto Alegre, RS